• banner_10.jpg
  • banner_11.jpg
  • banner_12.jpg
  • banner_13.jpg
  • banner_14.jpg
  • banner_15.jpg
  • banner_16.jpg
  • banner_17.jpg
  • banner_18.jpg
  • banner_19.jpg
  • banner_20.jpg
  • banner_21.jpg
  • banner_22.jpg
  • banner_23.jpg
  • banner_24.jpg

 

coronavirus consulado

 

Dada a evolução da pandemia COVID19, o Governo de Espanha declarou a 26 de outubro o estado de emergência (“Estado de Alarma”) em todo o território nacional. Os presidentes das Comunidades Autónomas são as autoridades competentes para decidir as medidas a aplicar, de acordo com a situação epidemiológica em cada território, pelo que as restrições variam consoante a região de Espanha.

Desde o início do ano que se tem verificado um agravamento da epidemia, pelo que nas áreas de jurisdição deste Consulado-Geral os Governos Autonómicos decretaram as seguintes medidas de restrição à circulação:

Andaluzia encontra-se em confinamento perimetral, ou seja não é permitida a entrada ou saída da região exceto pelos motivos elencados nesta norma (art.º 2.º). A 17 de janeiro a Junta da Andaluzia alargou esta proibição a movimentos entre as oito províncias da região e entre todos os municípios com uma taxa de incidência por 100 mil habitantes nos últimos dias superior a 500 (pode consultar a norma adicional aqui). Há ainda um dever de recolhimento obrigatório no domicílio, todos os dias, entre as 22h00 e as 6h00.

Na Extremadura entrou também dia 14 em vigor o confinamento perimetral da região e de todos os seus municípios, como poderá consultar aqui. O recolhimento obrigatório no domicílio é, igualmente, entre as 22h00 e as 6h00.

Em Ceuta e Melilla a fronteira com Marrocos encontra-se encerrada e o acesso àqueles territórios desde a Península está limitado às exceções gerais previstas no art.º 6.º do “Estado de Alarma” nacional. O recolher obrigatório é também entre as 22h00 e as 6h00.

Deverá ter ainda em conta todas as outras medidas de contenção da epidemia em vigor nestas regiões, desde o limite do número de pessoas que se podem reunir presencialmente aos horários excecionais de encerramento de comércio e restauração.

Estas restrições aplicam-se a todas as pessoas que se encontrem nestas regiões espanholas, independentemente da nacionalidade ou estatuto de residência. Caso pretenda viajar, deve consultar as normas indicadas e confirmar que a sua situação se enquadra numa das exceções previstas. Deverá levar consigo documentação escrita que comprove a exceção que se lhe aplica, para a poder apresentar em caso de controlo pelas autoridades. Caso viaje por via aérea, poderá ter de apresentar teste PCR recente de despistagem COVID19 à entrada em Espanha, no aeroporto.

As restrições de circulação nas zonas confinadas não se aplicam a quem esteja apenas em trânsito.

Pode consultar mais informação sobre a situação em Espanha no Portal das Comunidades Portuguesas.